RESUMO: RELAÇÃO DE CAUSALIDADE

Oi, gente! Hoje tem direito penal (finalmente!): RELAÇÃO DE CAUSALIDADE. Era um assunto que eu odiava e fazia uma confusão enorme na cabeça. Nunca sabia qual era a teoria adotada, qual a diferença da outra, qual a diferença se o lustre cai na cabeça antes ou depois. Mas um resuminho organizado faz toda a diferença. E sorte a minha ter estudado bem isso, na prova oral o examinador me perguntou sobre a teoria da imputação objetiva. Aí eu comecei a falar sobre a relação de causalidade lá do comecinho até chegar nela. 😀

  • INTRODUÇÃO
  • TEORIA DA EQUIVALÊNCIA DOS ANTECEDENTES CAUSAIS
  • CAUSAS ABSOLUTAMENTE INDEPENDENTES
  • CAUSAS RELATIVAMENTE INDEPENDENTES
  • CAUSALIDADE NOS CRIMES OMISSIVOS
  • TEORIA DA IMPUTAÇÃO OBJETIVA

FOCA NO RESUMO – RELACAO DE CAUSALIDADE

Bom fim de semana a todos!

Martina Correia

Anúncios

7 comentários

  1. Parabéns pela iniciativa. Os Resumos estão maravilhoso, muito completos e atualizados com a jurisp. Voltei a estudar faz pouco tempo e meu foco é MPE. Todos esses esquemas e destaques que você faz ajuda bastante. Já adotei o material.

    Curtir

  2. Parabéns, seus resumos são excelentes!!
    Gostaria de tirar apenas uma dúvida: no exemplo da concausa relativamente independente preexistente (portador de hemofilia), o agente que desconhecesse a condição da vítima responderia pela lesão corporal consumada ou pela tentativa de homicídio, já que sua conduta anterior possuía a intenção de matar?
    Abraço!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s